Mostrar Legenda
Em trânsito

Em trânsito

Passageira empurra uma mala num terminal de aeroporto de Osaka.

Viajar não custa

Sincronize-se com as Horas de Check-In e Check-Out

Após um longo voo ou sequência de voos, chega ao hotel de rastos mas tem que esperar para poder dar entrada no quarto. Saiba o que pode fazer para precaver ou suavizar esse drama. 


Marco C. Pereira (texto)
e Marco C. Pereira-Sara Wong (fotos)


Early check in 

Comece por contactar o hotel ainda antes da reserva. Explique a sua logística e dê razões inquestionáveis para precisar de um check in antecipado. Especialmente se tiver uma reserva de vários dias, o hotel vai provavelmente preocupar-se em deixá-lo satisfeito. Se não for possível dar entrada mais cedo de forma gratuita, pergunte se é possível com um ajuste no preço. 

Acima de tudo, peça para que o combinado fique registado no sistema para que à chegada não seja confrontado com recusas ou outras confusões.

Alternativas ao Early check in

1- Se não for possível de todo, caso este serviço esteja disponível no aeroporto de chegada ou nas imediações, pode sempre optar por tomar um duche - quase sempre possível nos aeroportos - e dormir umas horas num hotel cápsula ou cabine, cada vez mais utilizados por viajantes em trânsito mas não só. 

2- Prossiga para o hotel e peça para lhe guardarem a bagagem, algo que nenhum hotel deverá recusar. Sem esse incómodo, consoante o tempo de espera, tem três hipóteses:

a) muda-se para um hotel cápsula, cabine ou outro válido que cobre por períodos mais curtos e descansa até à hora do check in

b) deixa um número de contacto ao hotel, desperta o melhor que puder e sai para uma refeição revigorante e - se aplicável - um passeio pela cidade em que está.

c) a solução clássica: instala-se numa das salas mais confortáveis do hotel e descansa o melhor possível, entretêm-se ou aproveita para planear o resto da viagem. 

Problemas com Check Out

Sem excepção o problema mais comum com o check out é a pressão extemporânea e algo irracional que alguns hotéis -  ou os seus empregados -  fazem para que os hóspedes deixem os quartos, a típica situação de ainda faltar meia-hora para a hora de check out com a qual contava para descansar mas alguém bate à porta a anunciar "housekeeping", telefona a perguntar se podem verificar o minibar ou outra intromissão do género.

Mas, em certas partes do mundo, a própria hora do check out pode revelar-se um drama. Por exemplo na Austrália e na Nova Zelândia, quase todos os hotéis, motéis, guest-houses e pousadas seguem a norma de obrigar, sem apelo, os hóspedes a sair antes das 10 da manhã. Isto mesmo quando alguns entraram apenas às 11 da noite ou meia-noite como nos aconteceu, várias vezes.